A sorte respeita os valentes e oprime os covardes

A sorte respeita os valentes e oprime os covardes. (Sêneca)
A sorte respeita os valentes e oprime os covardes. (Sêneca)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

RECOMENDADO PRA VOCÊ

Desconfiar de quem se ama é não acreditar na própria capacidade de amar.

Desconfiar de quem se ama é não acreditar na própria capacidade de amar.

A alegria não está nas coisas, está em nós. (Goethe)

A alegria não está nas coisas, está em nós. (Goethe)

Para os dias bons, sorrisos. Para os dias ruins, paciência. Para todos os dias, amigos.

Para os dias bons, sorrisos. Para os dias ruins, paciência. Para todos os dias, amigos.

Rolar para cima