Cecilia Meireles

Frases curtas de Cecilia Meireles - Um poeta é sempre irmão do vento e da água: deixa seu ritmo por onde passa.

Um poeta é sempre irmão do vento e da água: deixa seu ritmo por onde passa. (Cecilia Meireles)

Tenho fases, como a Lua. Fases de ser sozinha, fases de ser só sua. (Cecilia Meireles)

Tenho fases, como a Lua. Fases de ser sozinha, fases de ser só sua. (Cecilia Meireles)

Sinto-me toda igual às árvores: solitária, perfeita e pura. (Cecilia Meireles)

Sinto-me toda igual às árvores: solitária, perfeita e pura. (Cecilia Meireles)

Quanto mais me despedaço, mais fico inteira e serena. (Cecilia Meireles)

Quanto mais me despedaço, mais fico inteira e serena. (Cecilia Meireles)

Onde é que dói na minha vida para que eu me sinta tão mal? (Cecilia Meireles)

Onde é que dói na minha vida para que eu me sinta tão mal? (Cecilia Meireles)

O primeiro amor é eterno, apesar de pertencer a um passado distante. (Cecilia Meireles)

O primeiro amor é eterno, apesar de pertencer a um passado distante. (Cecilia Meireles)

Cecilia Meireles frases - Meu coração, feito de chama em lugar de sangue, derrama, um longo rio de esplendor.

Meu coração, feito de chama em lugar de sangue, derrama, um longo rio de esplendor. (Cecilia Meireles)

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda. (Cecilia Meireles)

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda. (Cecilia Meireles)

Hoje desaprendo o que tinha aprendido até ontem e que amanhã recomeçarei a aprender. (Cecilia Meireles)

Hoje desaprendo o que tinha aprendido até ontem e que amanhã recomeçarei a aprender. (Cecilia Meireles)

Faze-te sem limites no tempo. (Cecilia Meireles)

Faze-te sem limites no tempo. (Cecilia Meireles)

Entre mim e mim, há vastidões bastantes para a navegação de meus desejos afligidos. (Cecilia Meireles)

Entre mim e mim, há vastidões bastantes para a navegação de meus desejos afligidos. (Cecilia Meireles)

Frases de Cecilia Meireles curtas - Em toda a vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento mesmo da minha personalidade.

Em toda a vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento mesmo da minha personalidade. (Cecilia Meireles)

Rolar para cima